Unidades de Atendimento

Aequalis Animus Web

Facebook

Twitter

Loopes via Gondola Segura vence Futurizer edição Brasil

O evento criado por um grupo de empreendedores da Espanha tem uma missão interessante e audaciosa: conectar pessoas em todo mundo em busca de potencializar seus negócios ou projetos), mas sim, pela simplicidade que o evento vai desdobrando-se e envolvendo as pessoas.

Em dado momento, você esta no meio e já começa a sentir saudades de todos e de tudo aquilo. Isso é um paradoxo Futurizer. Um fator de genialidade é realmente essa conexão direta entre pessoas desconhecidas e de diversos países e os facilitadores Futurizers que proporcionam a condução de cada etapa com maestria. comentou Diogo de Castro Lopes, CEO da Loopes.

O Futurizer é um evento que utiliza a metodologia Team Academy, junta universitários e empresas para criar soluções para problemas reais. Em 2012 vai passar por varios lugares do mundo: Brasil, Espanha, India e China.

Para quem quiser saber como funciona o Global Futurizer: "Conectamos pessoas que não se conheceriam de outra forma e que poderão trabalhar juntas no futuro", explica Ana Aguirre, 21, co-fundador da Tazebaez, empresa idealizadora da iniciativa, em depoimento a Folha de São Paulo.

 

As empresas e participantes tem o desafio de interagir com o seu grupo de maneira integrada. São oito horas para apresentar soluções e depois eleger a solução a ser apresentada ao juri. Essas oito horas equivalem há um aprendizado intenso em diversas áreas do empreendedorismo, com metodologias criativas e inovadoras são passados desafios contínuos que passam da prototipagem do negócio em comunhão com a solução proposta, a gravação de um vídeo, de um minuto até a apresentação do tabalho e solução a um juri que definirá quem desses souberam vender melhor suas ideias.

É fantástico, a bagagem que as pessoas trazem e compartilham é muito bom. comentou a Administradora formada pela FGV, Ana Paula Santos, participante do evento.

Essa troca entre culturas é muito positiva, temos conceitos na dinamarca que podem ser aplicados no Brasil, e conceitos do Brasil que podem ser aplicados na Dinamarca. Essa distinção nos leva a entender que podemos encontrar o que é complentar entre os dois países, podendo assim aproximar mpresas entre os dois países. comentou a dinamarquesa Henna Kääriäinen.

Uma enorme jornada dentro de uma enorme jornada e um sonho mergulhado no sonho de tantos outros. comentou o economista Celso Sekiguchi.

Fico feliz de ter feito parte desse evento, não só pelo grande aprendizado, mas pelo resultado sensacional e termos ganhado com o desenvolvimento do nosso projeto! comenta Belle Silva, empreendedora e proprietária de uma agência de comunicação digital.

A troca de referências de autores, livros, metodologias e maneiras de co-criação é incentivada a todo instante pelos faciltadores que além de acrescentar a seu portfólio empresarial diversas ideias que nunca passaram pela sua cabeça por meio do evento, lhe incitam a buscar mais conhecimentos. Isso porque as pessoas com que estão participando estão interessadas justamente nisso, colaborar com tua ideia, com tua empresa. O Futurizer é assim, começa com uma energia tremenda em um "Dream Wall" (muro dos sonhos) onde cada cada participante registra seu sonho e termina com esse sonho potencializado pelos outros sonhadores. Esse valor é intangível e só participando para entender. comentou o designer Eder Espanto.

Essa foi a primeira edição no Brasil, mas já esta sendo programado a segunda edição que provavelmente ocorrerá no Rio de Janeiro. Entre os participantes, universitários extremamente engajados, empresários com bagagens e muita disposição de colaborar, somar e multiplicar. O grupo " Com orgânicos é mais gostoso" onde participou a empresa botucatuense, a Aequalis, que foi a eleito pelo juri, dentro dos demais participantes, como o melhor pit apresentado e projeto com a startup Gondola Segura.

Esse reconhecimento é fantástico pois a apresentação que se realiza, não é a original de sua empresa ou de seu negócio e sim esse transmutado por jovens empreendedores, universitários, que foram capazes de entender o seu "business" e dar a ele uma nova visão ou acrescentar itens que você não havia "visto". 

A startup Gondola Segura teve um salto quântico enorme participando do Global Futurizer, sou grato pelas pessoas que conheci, participaram e auxiliaram o projeto, sou grato ao FUTURIZER por trazer ao Brasil uma oportunidade rara de viver um dia imerso no que eu mais amo: na inovação. esperamos a etapa GLOBAL com todos os vencedores, de todos os países, para estender ainda mais as possibilidades, finaliza, Diogo de Castro Lopes, integrante do grupo "Com orgânicos é mais gostoso" e co-criador da plataforma "GONDOLA SEGURA" que participou com empresas como UNILEVER.

Loopes Finep Sebrae Unesp Prospecta Botucatu Hands on Innovation Facebook Twitter Animus Web Amigo da Nascentes